A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Início / Marcas / Apple / Como saber se um iPhone é original? Veja dicas para não cair em golpes

Como saber se um iPhone é original? Veja dicas para não cair em golpes

O iPhone é um dos aparelhos mais pirateados do mundo, devido ao grande interesse entre os usuários, especialmente no Brasil. Tentando levar vantagem no grande interesse que a Apple desperta em usuários do mundo todo, muitas empresas fabricam réplicas, clones praticamente perfeitos dos iPhones, mas com preço muito mais barato e, logicamente, com especificações inferiores. Veja como descobrir se um iPhone 6  é original ou falso e evite golpes.
Vamos usar por base um iPhone 6, mas algumas das dicas servem para todos os modelos.

Saiba como identificar se um iPhone é falso ou original (Foto: Erenito Junior/JNTelecom)
Saiba como identificar se um iPhone é falso ou original (Foto: Erenito Junior/JNTelecom)

 Identificando por meio da caixa ( iPhone 6 )

A caixa original do iPhone 6 não traz nenhum desenho no telefone na sua face superior. A única coisa que vemos é o formato do próprio iPhone em alto relevo. Portanto, se a caixa do iPhone 6 que você estiver pretendendo comprar possuir algum desenho do celular na parte de cima, você já sabe que ela é falsa.

Caixa, iPhone e Acessórios (Foto: Erenito Junior/JNTelecom)

Na parte inferior da caixa do iPhone 6 verdadeiro a Apple coloca várias inscrições, tais como a capacidade do aparelho e uma série de letras miúdas que trazem informações técnicas do aparelho. Essas informações ocupam praticamente toda a parte inferior da caixa. Os iPhones piratas não apresentam nenhuma informação nesta parte da caixa. Assim, é interessante observar esse aspecto também.

O nome “iPhone”, gravado num dos lados da caixa, é na cor do aparelho, ou seja, Cinza, Prata ou Dourado. Já nas caixas dos iPhones falsos, geralmente essa cor vem sempre em dourado, independente da cor do aparelho. E nunca da mesma tonalidade do dourado da Apple, é sempre mais chamativo.

Ao se abrir a caixa do iPhone 6 original, percebemos que a primeira tampa plástica, que fica logo abaixo do aparelho, possui um orifício para a câmera traseira. Nos modelos falsos essa tampa plástica não possui o orifício para a câmera traseira, como na imagem acima.

No envelope que se encontra dentro da caixa do iPhone 6 autêntico, encontramos o clipe para a remoção da gaveta do SIM card. Já no iPhone 6 ilegítimo esse pequeno clipe metálico vem já dentro da caixa, escondido sob o carregador. Às vezes ele nem chega a ser incluído no pacote.

No envelope do iPhone 6 pirata percebemos claramente, por meio do manual que vem nele, que se trata de um aparelho falso. A documentação que vem na caixa original é mais completa e de mais bom gosto, com desenhos e um material mais sólido, além de uma cartela com dois adesivos da Maçã.

Por fim, dentro da caixa, vemos que o verdadeiro da Apple possui três espaços: um para os fones de ouvido, outro para o carregador e o último para o cabo Lightning. Já na caixa do aparelho falso só encontramos dois espaços: um para os fones de ouvido, na parte de cima e outro para o carregador. O cabo fica abaixo da fonte de alimentação. Ou seja, bem diferente do design apresentado na caixa original.

Observe os fones de ouvido. Os fones originais possuem controle de volume e microfone. Alguns modelos pirateados só possuem microfone, sem o controle de volume.

Identificando diretamente no aparelho

A forma mais fácil de saber se um iPhone 6 é original ou não, é testando o seu sensor de digitais, chamado de Touch ID. Os modelos originais apresentam esse sensor no Home Button, por meio de um anel metálico. Ele permite que você cadastre as suas digitais e desbloqueie o aparelho por meio delas. Já as versões falsos não apresentam essa tecnologia, pois ela é muito avançada e até agora só a Apple possui uma tão eficiente e rápida.

iPhones 6 piratas não contam com Touch ID (Foto: Divulgação)

Se você puder comparar os dois, veja na parte traseira o nome “iPhone” bem como as informações referentes aos órgãos governamentais, tais como FCC, Anatel e outros. A do iPhone original se encontra bem mais perto da borda inferior. Os dos modelos piratas ficam mais próximos do centro.

A logo do aparelho original, ou seja, a tradicional maçã mordida que vem em todos os aparelhos da Apple, é menos reflexiva, mais opaca. Já nos aparelhos ilegítimos ela atua muito mais como um espelho, refletindo um número maior de objetos.

Também é muito simples identificar um aparelho original de um pirata por meio do flash da câmera. O flash dos aparelhos falsos é bem mais amarelado que o do verdadeiro. Nos iPhones 6 originais, o flash assume um tom de amarelo misturado com rosa. Isso por que ela é um flash de três tons. Portanto, se o iPhone 6 que você tiver em mãos possuir um flash amarelo, ele certamente é falso.

O flash do iPhone original é o conjunto de três cores (Foto: JNTelecom)
O flash do iPhone original é o conjunto de três cores (Foto: JNTelecom)

Identificando através do software

O software é bem parecido, mas podemos notar algumas inconsistências. Por exemplo, ao se ligar a tela, a frase “deslize para desbloquear” no iOS original tem um efeito de luz, que fica percorrendo toda a frase. Já no iOS pirata a frase é sólida, sem qualquer efeito.

Em alguns modelos falsos o indicador de porcentagem da bateria, que se encontra na parte superior direita, é azul. No iOS original ele é branco. A fonte também muda, nos modelos ilegítimos é uma fonte maior e mais grossa.

Ao deslizar para desbloquear vemos claramente que o iPhone não original apresenta um lag, ou seja, uma travada bem grande para exibir a animação. Já no iPhone 6 verdadeiro isso não acontece, o sistema é bem fluído.

Outra dica legal para se identificar um aparelho pirata é tocar duas vezes no botão Home. Nas versões originais, isso faz com os apps que se encontram no topo da tela desçam para o meio. Esse é um recurso para facilitar o uso do iPhone 6 com apenas uma mão. O iOS falso não conta com este recurso.

Abra os apps nativos, tais como Clima, Bolsa de Valores e outros. Se você já usou um iPhone original com certeza vai notar de cara a diferença. Os apps nativos do iOS pirata só são iguais no ícone, mas internamente são diferentes.

Abra a App Store. Se for o iPhone 6 original você vai para a loja de apps da Apple. Agora, se for um modelo falso, ou você vai parar na Google Play ou então em alguma loja de apps chinesa, inclusive com vários, senão todos, os caracteres em chinês. Essa também é uma ótima maneira de se identificar um iPhone falso.

E, por fim, como dica final, veja a versão do sistema operacional. Vá em Ajustes, Geral e depois em Atualização de Software. Lá você verá a versão do seu sistema. Se for o iOS 8.x.x há grandes chances de ser um iPhone real. Mas se lá informar que a versão do sistema é Android, pode ter certeza que você tem em mãos um aparelho falso.

Esse vídeo abaixo demonstramos 2 iPhones 5S Falsos, um inclusive um deles está aberto.
Confira:

Então é isso. Apesar dos aparelhos falsos serem bem parecidos com os originais, através dessas dicas você conseguirá identificar de várias maneiras se um iPhone 6 é falso ou original.

 

Sobre Erenito Junior

Erenito Junior
Empresário, técnico em Celulares, Informática e programador. Hoje tenho 25 anos, e desde 2004 que o JNTelecom está no ar.