By Erenito Junior / AndroidDestaquesDicas / / 1 Comment

Você vai comprar um celular usado e não sabe se ele foi roubado?

Uma maneira de descobrir é consultar o número do IMEI do telefone. o IMEI é como se fosse o código mãe do telefone, comparado ao chassi do seu carro. Ele supostamente não pode ser alterado, e quando alguém têm o telefone roubado pode pedir para bloquear o IMEI do mesmo, e se for bloqueado as operadoras não vão deixar você falar com a rede deles.

Imei bloqueado, como consultar?

Se você está comprando um celular usado deve se preocupar com as restrições de IMEI (IMEI e um código unico que vem no hardware de todos os aparelhos celulares). Toda vez que um celular é roubado e o usuário entra em contato com a operadora, e so passar o numero do IMEI é o aparelho e bloqueado imediatamente e este número vai para uma blacklist (Lista Negra que guarda dados de aparelhos roubado).

Um celular com IMEI bloqueado vira simplesmente um despertador. Então quando for comprar um celular usado verifique o IMEI.

Mas como descobrir o numero do IMEI do meu aparelho?

Digite em seu celular *#06#
Tecle Enviar
Anote o numero em qualquer lugar
Consulte se o seu IMEI esta na Blacklist
Para consultar se seu IMEI possui alguma restrição na Blacklist verifique neste link: CONSULTA DE IMEI , e só inserir o IMEI
Em seguida entre com os caracteres de verificação
Agora clique em CONSULTAR
Verifique o RESULTADO o aparelho sem restrição de uso deve informar que o IMEI NÃO ESTA NA BASE DE DADOS. Se o aparelho está na BLACKLIST ou seja ROUBO ou outro motivo, ele aparecerá como IMPEDIDO e não poderá ser utilizado!

Curta e compartilhe esse post, ajude a espalhá-lo. 🙂

By Erenito Junior / AndroidAplicativosArtigosDestaquesDicas / / 0 Comments

Como encontrar um celular perdido ou roubado?

Confira as ferramentas criadas para ajudar a recuperar aparelho, seja qual for seu sistema operacional.

Qualquer pessoa que teve um celular perdido ou roubado sabe das dores de cabeça que isso provoca, dos temores com a perda da agenda, músicas, fotos, mensagens e detalhes de aplicativos.
A melhor solução, simplesmente, é recuperar o aparelho.
A JNTelecom analisou as principais ferramentas criadas para este fim, não importa qual o tipo ou o sistema operacional do seu dispositivo.

Android
Em abril, o Google lançou uma nova ferramenta que permite ao usuário encontrar o telefone apenas digitando “find my phone” (“encontre meu telefone”, em tradução livre) na busca.
Você precisa usar um navegador que esteja logado na conta do Google à qual seu telefone está ligado. Funciona até se o usuário não tiver ativado ou instalado qualquer coisa no aparelho.
Além de mostrar o lugar onde está seu celular em um mapa, o usuário também pode fazer o aparelho tocar no volume máximo para ajudar na busca no caso de ele ter escorregado para trás do sofá ou embaixo da cama, por exemplo.
Em caso de roubo, o dono do aparelho pode ir até o site do Google Device Manager e lá é possível travar o aparelho ou apagar todos os dados contidos nele.
Confira esse artigo completo sobre a ferramenta: Como rastrear um celular Android usando o serviço oficial do Google?

Samsung

Frustrado porque perdeu o seu dispositivo inteligente Samsung? Com a introdução da aplicação “Find My Mobile” baseada na Internet, os utilizadores de telemóveis Samsung pode ficar descansados porque agora já podem localizar de forma rápida e simples os seus preciosos dispositivos.

“Ao configurar simplesmente uma conta Samsung no website: findmymobile.samsung.com, os consumidores têm acesso rápido a várias funções que lhes irá permitir não só localizar como também bloquear e activar um toque nos seus dispositivos,” diz Craig Fleischer, director da divisão Comunicações Móveis na Samsung Electronics. “Sabemos que os consumidores possuem, frequentemente, dados importantes e confidenciais nos seus dispositivos. Ao utilizar o serviço “Find My Mobile”, irão minimizar eficientemente a possibilidade das suas informações pessoais serem divulgadas no domínio público.”

Primeiro deve activar a funcionalidade “Lock my mobile” quando um telemóvel é perdido ou roubado. Depois de activada, será apresentada uma mensagem no ecrã a indicar: “This mobile is lost. Please keep it for a while, and I will contact you.” (Este telemóvel está perdido. Aguarde um pouco e irei contactá-lo.) De seguida, o proprietário introduz um número de contacto e define um número pin de quatro dígitos para permitir-lhes desbloquear o telefone assim que voltar a estar na sua posse.

A função “Locate my mobile” permite aos consumidores localizar o telefone remotamente na localização actual. Depois, a funcionalidade permite detectar o movimento do dispositivo em intervalos de 15 minutos durante um período de 12 horas.

“Se souber que o dispositivo está por perto, então, pode activar a função “Ring my mobile”. Isto irá produzir o som de um sino que irá tocar durante um minuto no volume máximo e a mensagem “This is a lost mobile” (Este é um telemóvel perdido) irá aparecer no ecrã do telemóvel,” continua Fleischer.

Os consumidores podem reencaminhar as chamadas e mensagens do dispositivo perdido / roubado para um número de telefone específico. Os utilizadores do dispositivo móvel da Samsung podem também recuperar um registo completo de chamadas, juntamente com quaisquer custos de dados, incorridos durante a semana anterior.

“Caso um consumidor pretenda proteger por completo os seus dados, pode iniciar a instrução “Wipe my mobile”. Isto permite apagar todos os dados na memória do dispositivo, dispositivo de memória externo ou cartão SIM. Uma vez que não pode utilizar o serviço “Find my mobile” após a execução da função “Wipe my mobile”, pedimos aos consumidores que utilizem esta função muito cuidadosamente,” diz Fleischer.

“O serviço “Find my mobile” é apenas outra forma na qual a Samsung está a tornar a vida mais fácil,” conclui Fleischer.

Para obter mais informações, visite: http://findmymobile.samsung.com  ou  http://www.samsung.com/br/apps/mobile/findmymobile/ 

Para descobrir se o seu dispositivo é compatível com este serviço, aceda ao “Manual de utilizador” na página inicial.

Apple
Os aparelhos da Apple podem ser rastreados exatamente da mesma forma, quando o usuário se loga no iCloud (iCloud.com).
Ali ele poderá ver a ferramenta “Find My Phone” e também ver todos os outros dispositivos ligados à mesma conta no iCloud.
Mas, a ferramenta só funciona se você estiver com seu celular logado no iCloud.

Estamos terminando um artigo completo para os aparelhos da Apple.
Windows
Siga essas instruções direto do site da Microsoft:

http://www.windowsphone.com/pt-br/how-to/wp7/basics/find-a-lost-phone
A mesma ferramenta pode ser usada no telefone celular Windows e, novamente, o usuário precisa estar logado na conta com o aparelho celular, senão, não vai funcionar.
Para que todas estas soluções funcionem, o seu telefone precisa estar ligado e conectado à internet.
Então, se você estiver passeando e perder seu telefone (ou tiver o aparelho roubado), e a bateria acabar, nenhuma destas ferramentas vai ajudar.
Solução mesmo sem bateria
Mas, para os usuários de telefones Android, existe uma solução até se o aparelho estiver sem bateria.
O aplicativo Lookout pode encontrar estes celulares pois usa uma tecnologia chamada de “signal flare”.
O Lookout anota a localização do aparelho na última vez em que ele estava conectado à internet. Então, o dono pode ter uma ideia de onde o telefone pode estar.
Foto do ladrão
Se o dono do celular quiser pegar o ladrão pela imagem, ele pode acionar uma ferramenta premium que pode fazer uma foto de qualquer pessoa que tente manipular o telefone.
Esta foto então será enviada por e-mail junto com a localização do telefone, para que o dono passe todos estes dados para a polícia.
Câmera digital
Mesmo se o objeto roubado for uma câmera digital, sem nenhuma conexão com a web, também é possível rastreá-la.
Basta usar os metadados escondidos em uma foto digital feita com aquela câmera. Eles são chamados de dados exif.
Se você arrastar uma foto da câmera para a ferramenta de busca (stolencamerafinder.com), ela fará uma busca pela internet, procurando dados que contenham o mesmo dado do número de série.
E se o usuário encontrar estes dados, ele pode até rastrear onde a foto foi feita com a ajuda deste site, regex_info/exif.cgi, que extrai todos os dados exif.
Mas, um alerta: a polícia afirma que o dono do celular ou da câmera que conseguir encontrar os aparelhos não deve partir para cima dos bandidos sozinho. A recomendação é sempre entregar os dados para eles.